Foto: Frederiksen1020/Freepik

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) que mede a inflação na cidade de São Paulo registrou alta de 0,72% em novembro, evidenciando uma desaceleração no seu ritmo de crescimento, quando em comparação ao ganho de 1% em outubro e também em relação a elevação de 0,90% registrada na terceira quadrissemana do mês passado. Os dados foram publicados nesta quinta-feira (2) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

O mês de novembro obteve resultado abaixo do piso das projeções de cinco instituições de mercado consultadas pelo Projeções Broadcast, que iam de alta de 0,81% a 0,85%, com mediana de 0,81%.

O índice anotou inflação de 9,10% entre os meses de janeiro e novembro. Já a elevação acumulada nos 12 meses até novembro foi de 9,96%, sendo inferior a mediana das projeções, de 10,08%.

No último mês, cinco dos sete componentes do IPC-Fipe enfraqueceram ou tornaram-se deflação: Habitação (de 0,93% para 0,49%), Alimentação (de 0,90% a -0,15%), Despesas Pessoais (de 1,96% a 1,87%), Vestuário (de 0,74% a 0,67%) e Educação (de 0,07% a 0,06%).

Em contramão dos componentes que retraíram, houve a progressão nos itens Transportes (de 1,48% em outubro para 2,24% em novembro) e Saúde (de -0,84% para -0,39%).

Contato: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *