Foto: Pch.vector

Por Fábio Sobreira
Analista CNPI-P e Professor da FIPECAFI

Em nossos últimos artigos falando sobre a análise de ativos, discorremos sobre a importância de separarmos o acompanhamento de notícias, que dão a tônica do que pode acontecer com os preços dos ativos no curto prazo, da verificação de indicadores, que nos permitem estipular as tendências de médio prazo e os fluxos futuros de caixa, além da análise de fundamentos, a qual nos estimar o futuro a longo prazo das empresas, sendo esta a análise mais difícil de ser feita, dado todo o seu grau de subjetividade.

Demos também alguns exemplos de como podemos olhar para os fundamentos das empresas e saber se estas têm o mínimo de responsabilidade e de preocupação com seus acionistas minoritários, ou se os tratam como meros “emprestadores de dinheiro fácil” para bancar suas atividades, não dando a eles os mesmos direitos dos acionistas majoritários.

Neste artigo, queremos focar nos indicadores financeiros e fazer uma análise chamada por alguns de “Factor Investing”, mostrando a importância destes indicadores para projetarmos o futuro das empresas, no médio para o longo prazo, a fim de decidirmos se, além de ter bons fundamentos, elas apresentam também balanços consistentes, os quais nos fariam acreditar que teríamos bons retornos futuros em nossos investimentos.

Dentre todos os indicadores que podem ser utilizados, a margem é certamente um dos mais importantes, já que demonstra a capacidade e eficiência que a empresa têm em suas atividades, principalmente quando comparadas com seus concorrentes diretos ou empresas do mesmo setor de uma forma geral.

Tomemos como exemplo a Arezzo. Empresa do Novo Mercado, com boa reputação e governança, além de um bom volume de ações negociadas, que trouxe em seu resultado anualizado de 2021 números nos indicando que ela está sendo eficiente na construção de seus produtos ou serviços e conseguindo uma margem bruta de mais de 51%. Além disso, dada sua boa gestão de recursos, a empresa apresentou uma margem EBITDA de 21% que, apesar de não ser a maior do setor, demonstrou-se melhor do que a de alguns concorrentes, como Lojas Renner e Guararapes, líderes do segmento de vestuário no Brasil. Por fim, sua boa reputação e créditos mais atraentes para capitalizar suas operações em todos os níveis possibilitou à empresa recuperar e até mesmo ultrapassar sua margem líquida pré-pandemia, elevando-a de uma média de 9% nos últimos seis anos para quase 13% em 2021.

O gráfico abaixo demonstra o resultado anualizado da empresa em 2021

Lembrando que, quanto maior for a boca do funil, mais eficiente a empresa é em manter sua lucratividade em relação à receita líquida, já que ela está consumindo menos recursos em suas atividades até chegar na última linha da demonstração de resultados.

Importante ressaltar que, além de ter bons números atuais, a empresa precisa mostrar que está sempre aprimorando sua gestão e trazendo resultados cada vez mais robustos. Ainda no caso da Arezzo, veja pelo gráfico abaixo que, com exceção de 2020, suas margens vêm subindo, juntamente com sua Receita Líquida.

Isso proporcionou à empresa um crescimento em seu lucro anualizado de 2021 de mais de 150% com relação à média dos 5 anos anteriores (de 2016 a 2020) e de mais de 500% quando comparado apenas com o ano anterior.

Apesar deste artigo não ter como finalidade uma indicação de compra ou venda de ativos, dado que, para isso, precisaríamos avaliar também os indicadores de preço da ação, podemos notar que, em matéria de números apresentados em seus balanços, a empresa Arezzo começou bem, apresentando resiliência e possibilidade de crescimento em suas margens e lucros.

Mas a margem não é o único indicador que olhamos em nossa análises, como já dito no artigo anterior, sendo também importante olharmos outros fatores como o retorno e a dívida, os quais serão abordados em artigos posteriores, sempre com o intuito de verificarmos os fundamentos da empresa através de índices que nos apontem o caminho que a mesma está seguindo.

Contato: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *